Algarve
Precisa de ajuda? Contacte-nos!
+351 282 357 109
+351 912 511 631
Tavira & Ria Formosa
Tavira & Ria Formosa

Tavira, beleza arquitectónica do Sotavento Algarvio. Tavira possui uma das mais interessante arquitectura do todo Algarve. A sua origem remonta o ano 2 000 a.C. e já na época da ocupação árabe a pesca tinha aqui uma grande importância. No século XVII, o porto, situado à margem do Rio Gilão, era um relevante local para o transbordo de vinho, sal e peixe seco. Após o terramoto de 1755, Tavira foi totalmente reconstruída, e – além de muitos edifícios belos com arquitectura do séc. XVIII – surgiram 37 igrejas. A Igreja de Santa Maria do Castelo foi edificada onde outrora existiu uma mesquita. Os arredores de Tavira continuam agrícola, embora o concelho venha se adaptando às exigências do turismo nos último tempos. A Ilha de Tavira em frente a Tavira pertence à cadeia de ilhas-barreira da Ria Formosa que se estende entre Faro e Cacela-a-Velha a leste de Tavira e protege o sistema lagunar único contra a força do Oceano Atlântico. O acesso à praia da Ilha de Tavira só é possível somente através dos ferryboats que levam e trazem os visitante ao banco de areia A Ilha de Tavira estende-se ao longo da costa entre a pequena aldeia chamada Luz de Tavira para nordeste até chegar a Tavira. A famosa Praia do Barril fica situada no centro da ilha. O acesso pela costa em Pedras d’el Rei é através de uma pequena ponte e um percurso de 1 km a pé ou num pequeno comboio. Os antigos armazéns dos pescadores foram transformados em infra-estruturas de apoio, tais como casas de banho, lojas e restaurantes. Ao lado, uma fila de âncoras nas dunas são o testemunho do glorioso passado Algarvio e a pesca do atum quando estas âncoras fixavam as redes ao fundo do mar. Mais para leste a ilha torna-se mais estreita e a pequena Praia de Santa Luzia tem apenas 50 m de largura, sendo também conhecida como a Praia da Terra Estreita. Há uma praia de nudistas oficial na Ilha de Tavira, a Praia da Homem Nu na zona oeste da ilha

Mais informações

Loulé
Loulé

Loulé o maior concelho no Algarve. Loulé é uma activa cidade rural importante e administrativa. O mercado semanal atrai turistas de todo o Algarve. Um ponto fulcral da cidade é o Mercado Municipal que re-abriu no início de 2007 após um longo período de renovações. A sua arquitectura apresenta uma influência do estilo mouro clássico. Hoje em dia apenas restam as ruínas do castelo árabe e a igreja gótica de S.Clemente. Vale a pena visitar esta cidade, especialmente a zona antiga e os seus arredores. Os festejos anuais do Carnaval em Fevereiro com a sua procissão colorida à volta do centro da cidade são considerados uns dos melhores do país. O verão é celebrado com a Noite Branca, uma festa na ruas do centro da cidade decoradas de branco onde os visitantes também se vestem de branco e participam nas celebrações. Loulé tambem faz um desfile de Halloween à noite, onde todos participam no divertido “terror”.

Mais informações

Sagres & Aljezur
Sagres & Aljezur

Sagres o ponto mais a sudoeste do Algarve. A aldeia de Sagres que se encontra no distrito da Vila do Bispo fica situada na ponta mais a sudoeste da Europa perto do Cabo de São Vicente.  Foi daqui que partiram numerosas expedições durante séculos passados. A época dos Descobrimentos Portugueses teve início no século XV com D. Henrique o Navegador. O Cabo de São Vicente e a Ponta de Sagres em Portugal juntos formam o ponto mais a ocidente do continente Europeu. O cabo tem aproximadamente 69 metros é uma falésia de aproximadamente 69 m praticamente sem vegetação.  A Fortaleza de Sagres, situada a sudoeste da aldeia de Sagres num pequeno cabo de aproximadamente 1 km de comprimento é um monumento nacional. Após a entrada por um túnel, vê-se um círculo de pedras, descoberta apenas em 1921, cuja idade e propósito são desconhecidos. Crê-se que o círculo, que tem um diâmetro de 43 m seja uma Rosa dos Ventos. Normalmente as rosas dos ventos são divididas em 32 segmentos, mas esta tem 40 segmentos, assim, pode ter sido um relógio de sol. Pensa-se que data do tempo de D.Henrique, o Navegador.

Mais informações

Vila Real de S. António
Vila Real de S. António

Vila Real de Santo António, situada na fronteira com a Espanha, foi desde a sua origem – provavelmente nos tempos dos Fenícios - um pequeno porto de pesca. Depois do terramoto de 1755, a cidade foi totalmente projectada e construída pelo Marquês de Pombal, um influente ministro de D. José I, Rei de Portugal (1750-1777), que também ordenou a construção do novo centro de Lisboa. A popular localidade turística de Monte Gordo, situada na costa e a 5 km a Oeste do centro de Vila Real, oferece ao veranista extensas praias de areias alvas rodeadas por pinheirais. A confortável travessia do rio Guadiana em ferryboat até à pitoresca cidade de Ayamonte, na margem espanhola, é um agradável programa alternativo. Outro passeio recomendado é a subida do rio até a pequena cidade de Alcoutim. A origem da região à volta de Alcoutim remonta à época megalítica, cerca de 4 000 anos antes de Cristo.

Mais informações